Buscar
  • Moleskine Brasil

Bem-vindos à Moleskine Brasil

Atualizado: 22 de Mai de 2018

A história da Moleskine começa muito antes de 1997. O icônico caderno usado por grandes artistas como Ernest Hemingway, Pablo Picasso, Bruce Chatwin e Tarsila do Amaral, nasceu das mãos de um pequeno encadernador em Tours, na região central da França, que fornecia artigos de papelaria parisienses frequentados pela vanguarda literária e artística internacional.

Companheiro de viagem fiel, com seu design de cantos arredondados, capa de couro e elástico, o caderno preto continha desenhos, anotações, histórias e ideias que se tornariam pinturas famosas ou páginas de livros adorados.


Moleskine: inspiração para artistas e fãs

O criador do nome Moleskine


O nome MOLESKINE foi dado por Bruce Chatwin, em meados dos anos 1980. Não se encontrava mais os cadernos em qualquer lugar e Chatwin, ao escrever The Songlines, conta toda a história de seu caderninho favorito, o qual ele apelidou de “moleskine”.

Em 86, ao visitar a família do fabricante original – e comprar todo o estoque disponível antes de partir para a Austrália – ouviu a frase mais marcante: "Le vrai moleskine n'est plus" (O moleskine real já não existe mais).


Bruce Chatwin (1940/1989) e seu caderno.

Moleskine: marca registrada


Em 1997, graças à pequena editora milanesa Modo & Modo, os cadernos voltaram ao mercado, resgatando toda a história e tradição que a família francesa iniciou tantas décadas antes. Assim começa a história da Moleskine, um livro ainda a ser escrito, uma marca global multicategoria.


Antes / Depois - Moleskine: o conteúdo é você.

Para nós, a vida é um caderno em branco, pronto para ser escrito, desenhado, rabiscado – o começo de toda jornada criativa.


Venha escrever essa historia com a gente!

Compartilhe seus textos, artes ou rabiscos nas redes sociais e utilize a #moleskinebrasil .

0 visualização